Se o mundo está ficando mais quente, porque tanto frio no inverno?

À medida que as mudanças climáticas aumentam as temperaturas em nosso planeta terra, o aquecimento global também afeta os nossos invernos, mas de uma forma mais rápida do que os verões. Porém, quando as temperaturas caem abaixo de zero, muitas pessoas começam a perguntar: “Se a Terra está esquentando, como é que está tão frio no inverno?”clima de inverno na rua

A resposta é simples e está na diferença entre o clima local e o clima geral. Sabe-se que Clima refere-se a como a atmosfera se comporta por um longo período, enquanto o tempo descreve o que acontece em um período muito mais curto. De toda forma, podemos dizer que clima é a soma de longos períodos de tempo.

Portanto, o importante é o que acontece a longo prazo. Mesmo que, onde você mora um dia, esteja muito mais frio do que a normalidade, todo o planeta já é, com mais frequência, mais quente que a média histórica.

Os climatologistas esperam que o mundo aqueça, em média, entre 1 a 3 graus Celsius a mais até o final deste século – dependendo da rapidez com que as emissões de gases de efeito estufa aumentam -, mas não se prevê que isso signifique o fim do inverno. Ainda haverá níveis historicamente mínimos de temperatura, apenas que eles serão cada vez mais escassos.

De acordo com um estudo publicado em 2009, os Estados Unidos tiveram quase a mesma quantidade de elevações históricas que as baixas de temperatura durante a década de 1950, mas na década de 2000 havia duas vezes mais altas do que as baixas históricas.

Ainda havia ondas frias, mas estavam se tornando muito menos frequentes. Alguns dos recentes surtos de frio ocorreram devido a um fenômeno climático chamado vórtice polar, em referência a bandas de vento circulares próximas aos polos.

Há evidências crescentes para sugerir que o vórtice polar está aparecendo com mais frequência fora da região do Ártico, devido a mudanças na corrente devido ao aquecimento da atmosfera. Essas mudanças permitem que o ar congelado escape do Ártico e caia ao sul.

Alguns políticos do mundo já tentaram usar as ondas de frio para argumentar que o aquecimento global não é assim. Um principal exemplo que temos é o do presidente dos EUA, Donald Trump, que geralmente demonstra seu ceticismo sobre as mudanças climáticas no Twitter e postou comentários sobre “mudança climática” ou “aquecimento global” centenas de vezes desde o ano de 2011.

Antes de se tornar presidente, ele disse que a mudança do clima e o aquecimento global se tratava de uma farsa e alegava que a ideia havia sido perpetuada pelos chineses.

Em 2018, ele retirou seu comentário e disse: “Não acho que seja uma farsa. Sim, acho que provavelmente há uma diferença, mas não sei se é causada pela humanidade. ”

Bom, há centenas, se não milhares, de organizações científicas que indicam que as atividades humanas são as principais responsáveis ​​pelo aquecimento global que acontece atualmente no planeta terra.

Fonte: NyTimes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *